sexta-feira, 29 de abril de 2016

Imposto de Renda - Passo a Passo

Mais Gente que frio é esse? Rs. Morrendo aos poucos :P
Como estão? Espero que bem, porque eu estou tremendo de tanto frio kkkk

Tenho um Aviso rápido de inverno.

Para quem declara imposto de Renda e assim como eu deixa para a última hora, correeee. O tempo está acabando, alias você tem poucas horas para fazer. O término para declarar é hoje 29/04 ás 00hs. Um lembrete para reforçar e claro não deixar que você se esqueça.
Sei que em todos os blogs e sites já está sendo anunciando o prazo, mas o intuito deste post é te alertar e claro dá uma “bronquinha” saudável kkk. 
Bronquinha, para você ou para quem você conhece que paga um valor um pouco alto para fazer o Imposto de Renda Simplificado.
Antes de eu entrar nesse universo de declaração do IR, minha mãe já fazia e pagava na época (6 anos atrás) um valor de R$ 30,00 e nunca restituía nada. Quando chegou a minha vez, eu estava em uma empresa e meu antigo gerente me deu algumas dicas e passos, foi aí que fiz a minha primeira declaração de IR. Fiquei com medo de ter erros, de cair nas garras do leão kkk, mas nada aconteceu. A partir de então eu mesma que faço o meu e o da minha Mãe, sem gastar um real  e sabe o que mais? Minha mãe começou a restituir, engraçado não? Kkkkkk.
Só que você pode falar ou estar pensando...
Mas Jessy, eu não sei fazer, nunca fiz, você teve ajuda do seu chefe, assim é muito fácil.
Então eu te digo: Sim, eu tive ajuda e estou aqui para te ajudar também, com dicas para você fazer sozinho. Porém, antes de te ajudar, eu faço a declaração simplificada, ou seja, eu tenho poucas coisas para declarar. Agora se você tem grandes aquisições, vai ter que pesquisar para conseguir fazer. Uma dica que te dou é tutoriais no Youtube, vai te ajudar muito, porque mesmo eu tenho algumas dicas, precisei pesquisar, pois fatos novos começaram a surgir.
Outro aviso muito importante, não seja o brasileiro que tem fama de preguiçoso e que gosta de facilidade kkkk, quando você começar o preenchimento, terão muitas informações a serem lidas, e tenho certeza que tem hora que a preguiça fala mais alto, passo por isso sempre kkkk, deixe-a de lado e pare de dar seus R$ 50,00, R$ 100,00 ou qualquer valor, para outra pessoa fazer, Fica a dica ;D (prefiro ir assistir um bom filme no cinema, filmes para 2016 que falei aqui).


1º Passo

Faça o Download dos dois programa no seu computador, Programa IRPF 2016 e Receitanet, clicando aqui.
(Esse ano eu tive problema para enviar a declaração, então eu enviei pelo meu Ipad a declaração da minha mãe (sistema operacional IOS, Clique aqui para baixar) e o meu pelo meu celular (sistema operacional  Android, Clique aqui para baixar).


Dica da Jessy – Baixe os programas no seu computador e também baixe no seu dispositivo móvel. Mais adiante falarei mais detalhes sobre o porque baixar tanto no PC/Celular e Ipad.


2º Passo
No seu computador abra o Programa IRPF 2016, e vamos preencher.


   a.    Pagina inicial
(vamos criar uma nova declaração, clique em criar nova declaração)




  b.   Criar nova Declaração 
     Preencha: Criar nova sem importar - Declaração de Ajuste Anual - Preencha seu CPF, Nome e Clique em Ok.




    c.   Identificação do Contribuinte
No meu caso, como não tenho muito a declarar, sempre coloco no tipo de declaração a opção: Declaração de Ajuste Anual Original.
Se for a sua primeira declaração não é necessário colocar o numero do recibo, mas se você já fez e tem o último numero do recibo, é necessário colocar. (pegue o numero do seu recibo do ano de 2015).
Preencha: Dados do Contribuinte - Endereço completo - Natureza de Ocupação  -   Ocupação Principal.  
No campo Natureza de Ocupação, você deve informar qual a sua ocupação. Ex (01 - Empregado de empresa do setor privado, exceto de instituições financeiras)
No campo Ocupação Principal, informe sua função. Ex (16 – 529 Vendedor e Prestação de serviço do comércio, ambulante, caixeiro-viajante e camelô)




    d.    Dependentes
Neste item vocês devem colocar todos os seus dependentes.
Preencha: Clicando em Novo, abre-se uma pagina para que você coloque Tipo de Dependente - Nome - CPF - Data de Nascimento.
No campo total de dedução de dependentes, após preencher todas as informações do IR vai aparecer uma valor, não se preocupe, é um calculo automático do sistema.




 e.    Rend. Trib. Receb. De Pessoa Jurídica. 
Neste campo vocês  irão colocar todas as informações da empresa que vocês trabalham ou já trabalharam. São os rendimentos anuais.
Preencha: Novo -  CPF/CNPJ da fonte pagadora  -  Nome  -  Rendimentos Recebidos de pessoa Jurídica  - Contrib. Previdenciária oficial  - Imposto Retido na Fonte - 13º Salário  - IRRF sobre o 13º Salário.

Neste etapa eu tive uma novidade, como falei anteriormente, vocês vão apreendendo a mexer conforme surgem novos casos. Eu sai recentemente de uma empresa  então tive que colocar ela neste campo, abrindo um novo e seguindo os mesmos passos.

Ficou então duas empresas no campo Rend. Trib. Receb. De Pessoa Jurídica.




 f.   Rendimentos Isentos e Não Tributáveis
Este foi um campo novidade para mim.
Como informei, sai da empresa onde estava e nos rendimentos anuais enviados pela empresa, tinha algumas informações onde tive que colocar neste campo. Ex:
Campo 03 Indenização por rescisão de contrato de trabalho, inclusive a titulo de PDV, e por acidente de trabalho e FGTS

Campo 24 outros (neste campo coloquei Valores de Férias).



 g.   Rendimentos Sujeitos à tributação Exclusiva/Definitiva
Automaticamente no campo 01 - 13º Salário o valor já é preenchido automaticamente pelo sistema, esse valor vem do Rendimentos Anuais que foi preenchido no campo E da explicação deste post.
Vocês podem acrescentar outros rendimentos como exemplo PLR (participação nos lucros e resultados) da empresa que vocês trabalharam ou já trabalhou. 



 h.  Pagamentos Efetuados
Neste campo vocês iram colocar tudo o que foi pago, há inúmeros códigos como: Plano de Saúde, Pensão Alimentícia, etc.
No meu caso, só coloco quando fiz pagamento de Plano de Saúde.

Vá em Novo e preencha no qual vocês se enquadram.




i.   Bens e Direitos
Esse é o campo mais confuso e que muitas pessoas não conseguem fazer.
Neste campo vocês irão colocar tudo o que possuem de bens e direitos, como falei a vocês o meu caso é simples pois tenho um carro e declaro somente ele, se vocês tiverem casas, terrenos e outros bens e direitos tudo deve ser colocado neste Campo.
Vou mostrar a vocês o meu exemplo.
Fiz a venda de um veiculo no final de 2014 e adquirir um veiculo em seguida, quando fiz a Declaração em 2015 tive que colocar a informação dos dois veículos. O primeiro foi informando a venda/valor de entrada e quitação ( todas essas observações vão no campo Discriminação).
No campo Situação eu coloquei como estava a situação daquele veículo. Ex: Situação em  31/12/2014 (deixei zerado) Situação em  31/12/2015 (deixei zerado). Mas porque deixei zerado??, porque não tinha mais divida deste carro, só coloquei a informação da venda no campo discriminação e pronto.
Abri um novo que seria para o carro comprado de 2015. Segui os mesmo passos, colocando todas as informações do carro, valor de financiamento, valor da entrada e etc, campo Discriminação.

Porém no campo Situação em  31/12/2014, tive que colocar o valor que paguei no carro, ou seja, o valor da entrada. Se você não pagou nada deixe em branco. E na  Situação em  31/12/2015 (coloquei o valor que paguei dentro do ano de 2015). Já que estamos em 2016 fazendo o imposto de renda de 2015 :)




3º Passo

Vamos analisar tudo o que foi feito e salvar.
Vá novamente nos itens que vocês preencheram, olhe os valores, as informações, faça uma revisão completa. Estando tudo certo será a hora de salvar.
Como sempre apreendemos coisas novas, aprendi nessa declaração algo muito importante, Salvar sua declaração na rede do IR para não perder os dados.
Gente isso é muito bom, eu disse que tive problemas para enviar a minha declaração e graças a essa opção, consegui enviar a declara pelo meu dispositivo móvel que é muitooooo mais fácil do que no computador.
Então vamos apreender.

Salvar no Computador e enviar
·         Após feito o preenchimento e a revisão, vá em gravar uma cópia – copia de declaração com os dados atuais – Avançar – escolha o local para gravação e cliente em OK (declaração salva);
·         Enviar: Clique em Declaração – Entregar declaração – OK ( declaração quase entregue);
·         Abra o Receitanet e transmita a declaração. ( Pronto sua declaração estará na base de dados da receita federal).

Salvar Online e enviar pelo seu dispositivo móvel.
·         Vá em Declaração – Salvar Online – Crie uma palavra chave – Digite o Caractere – ok e pronto sua declaração está salva.
·         No link que você baixou no seu dispositivo móvel, digite a palavra chave que criou e automaticamente sua declaração virá já preenchida, de mais uma revisada e pronto só enviar.

Muito fácil e prático, você também pode preencher o IR pelo dispositivo móvel, além do computador. A escolha é sua.
·      Pronto sua declaração estará na base de dados da receita federal

Nota. Não esqueça de salvar o numero do recibo, pois vocês iram utiliza-lo para o próximo ano.
Dica. A forma de salvar online e enviar no dispositivo móvel é muito melhor e bem mais fácil.

Nota importante.
As informações passadas neste post são as que eu faço no meu Imposto de Renda, Cada informação depositada na declaração é de uma forma. São apenas dicas e sugestões.
Os demais campos que ficaram em branco não tenho nada a acrescentar. Caso a sua seja mais completa sugiro pedir ajuda para alguém mais experiente.


Espero realmente que esse post tenha ajudado nem que seja um pouco, mesmo que vocês não estejam preparados para fazerem esse ano, pegue essas dicas, façam pesquisas, para que em 2017 vocês mesmos possam fazer.
Beijos

JessyMore



TODO O CONTEÚDO PUBLICADO AQUI É PRODUZIDO POR JÉSSICA VIEIRA DE 
CARVALHO, EXCETO QUANDO SINALIZADO. POR FAVOR, NÃO UTILIZE NENHUMA 
FOTO OU TEXTO SEM PEDIR PERMISSÃO (JESSYMORE.CONTATO@GMAIL.COM).



Nenhum comentário:

Postar um comentário